BIOLOGIA DOS RATOS

Biologia e Comportamento

 

Pertencem a um grupo de mamíferos denominados, geralmente de roedores, pois necessitam estar sempre roendo alguma coisa, para que possam gastar os dentes incisivos, os quais crescem até 13 cm por ano. Possuem um espaço vazio entre os dentes da frente e os do fundo, chamado de DIATEMA, por onde o animal testa e seleciona o alimento a ser ingerido. São onívoros. Reproduzem-se com rapidez e vivem em colônias, onde os machos mais velhos são dominantes. Os roedores são mamíferos e atingem a maturidade sexual após três meses de vida. O tempo de gestação da fêmea gira em torno de 20 a 24 dias e, cada cria apresenta, em média, de 08 a 16 filhotes dependendo da espécie. Causam grandes prejuízos econômicos, através da deterioração de alimentos e acidentes elétricos, além de causar medo e repugnância nas pessoas. Vivem em média de um a dois anos e seus habitats são variáveis. São bons nadadores, podendo ficar submersos até 03 minutos e, nadar cerda de 75 metros. Possuem hábitos noturnos e não enxergam muito bem. Não tem visão colorida. Enxergam apenas tons pretos e brancos ou sombras.

 

CAMUNDONGO (MUS MUSCULUS);

Animal pequeno pesa em média 16 gramas, muito rápido, com movimentos frenéticos. É um roedor que está muito mais próximo de nós, vivendo geralmente em residências. É comum encontrá-los em fogões, gavetas e dispensas de casas. Mede cerca de 16 cm de comprimento, entre cabeça, corpo e cauda. Possui a calda do mesmo tamanho do seu corpo, olhos globosos e saltados, orelhas grandes em relação ao corpo e focinho abaloado. Tem patas e cabeça pequenas em relação ao corpo. Vivem em média de 12 a 16 meses e, podem se reproduzir seis vezes por ano tendo um tempo de gestação de 18 a 21 dias. Cada ninhada tem em média de 06 a 08 filhotes por gestação. Fazem seus ninhos com papéis picados, palhas, panos, etc.. . Podem passar por orifícios de até 02 cm de diâmetro.

 

RATO DE FORRO – RATO DE TELHADO – RATO PRETO (RATTUS RATTUS);

Animal de porte médio, pesando cerca de 130 gramas. É muito esperto, além de ser um excelente trepador e saltador. Dos ratos existentes, essa espécie é sem dúvida a mais astuta. Vivem em tocas, ocos de árvores, porém em áreas urbanas, são encontrados nos forros e telhados, junto a entulhos e em materiais sem utilização, onde estabelecem seus ninhos. Podem medir cerca de 35 cm entre cabeça e cauda. Possuem a cauda maior que o comprimento de seu corpo, pois utiliza a sua cauda como contra-peso para equilibra-se. Possuem olhos grandes e saltados, orelhas grandes e peludas e focinho levemente afilados. Podem se reproduzir 08 vezes por ano. Cada cria apresenta em média de 08 a 12 filhotes. O tempo de gestação dessa espécie é de 21 a 24 dias. Vivem em média 18 meses. Normalmente saem pra se alimentar duas vezes por noite.

 

RATAZANA (RATTUS NORVEGICOS);

São ratos de grande porte, pesados e lentos, porém muito agressivos quando acuados em algum canto. Podem chegar a 50 cm entre a cabeça e cauda. Possuem o focinho abaulado, olhos e orelhas pequenos, cauda grossa e mais curta que o corpo. As patas traseiras bem desenvolvidas, pois se alimentam em pé. Vivem em tocas escavadas no solo, em terrenos, jardins, mas a maior parte da população encontra-se, principalmente, em redes de esgotos e tubulações em geral. Vivem em colônias, onde os machos mais velhos dominam. Podem se reproduzir até 09 vezes ao ano. Suas crias apresentam em média, de 08 a 14 filhotes. Vivem, em média 2 anos e, apresentam hábitos noturnos. Podem transmitir várias doenças. O caso de leptospirose periodicamente registrado em São Paulo tem na população de ratazanas existentes na cidade a sua principal causa.