BIOLOGIA DAS BROCAS

Biologia e Comportamento

 


Compondo a fase larval de alguns besouros, as brocas vão ter seu comprimento variando entre um e sete mm, com coloração indo do castanho até o preto, muitas vezes sendo recobertas por finos pêlos. A fase larval se dá integralmente no interior da madeira. Quando adultos tornam-se besouros, criam asas e abandonam tal local, deixando orifícios visíveis a olho nu.

As espécies urbanas encontradas são aquelas pertencentes às famílias Anobiidae e Lyctidae, sendo a Anobium punctatum e a Lyctus brunneus, respectivamente.

 

• LYCTIDAE; 

São essencialmente xilófagos, ou seja, se alimentam de madeira. Indivíduos pertencentes à família Lyctidae procuram partes da madeira ricas em amido, principal fonte de alimento destes seres. Sendo assim, a deposição de ovos e o local de vivência dos lictídeos são determinados pela presença de tal substância.

 

• ANOBIIDAE; 

Indivíduos que compõe a família Anobiidae possuem hábitos alimentares variados. Aqueles que são xilófagos preferem madeiras antigas, uma vez que ao longo do tempo a composição destas se modifica e se torna preferencial para eles. Dentre as brocas, os anobídeos são os únicos capazes de digerir a celulose, componente primário da madeira. As demais somente a ingerem, expelindo a madeira sem digeri-la.